Metodologia Ágil: ferramenta de incentivo à inovação

por Equipe Alstra
Alstra-Metodologia-agil_-ferramenta-de-incentivo-a-inovaçao

Além de transformar o dia a dia no mundo corporativo, a evolução digital também acelerou todo o processo de produção e, para acompanhar esse novo ritmo, a gestão de produtos e suas iniciativas precisou contar com novas metodologias.

Ao ver as startups crescendo com base em métodos ágeis, as grandes empresa também passaram a aplicar em sua rotina essas novas ferramentas. 

Manifesto

Em fevereiro de 2001, um grupo de 17 profissionais se reuniu nas montanhas nevadas de Utah, nos Estados Unidos, para esquiar e discutir os métodos de desenvolvimento de software. Durante o encontro, foi criado o Manifesto Ágil. No documento, os profissionais afirmavam que estavam “descobrindo maneiras melhores de desenvolver softwares” e que valorizavam:

  • Indivíduos einterações mais que processos e ferramentas;
  • Software emfuncionamento mais que documentação abrangente;
  • Colaboração com oCliente mais que negociação de contratos;
  • Responder a mudançasmais que seguir um plano.

O texto ainda reunia uma lista com 12 princípios que destacavam a necessidade de agilidade no processo e a preocupação em satisfazer o Cliente.

Ferramentas

Para que as empresas conseguissem se adaptar à velocidade das mudanças no mundo digital, foram reunidas alguns frameworks e ferramentas baseadas na metodologia ágil. Scrum, Kanban e Lean estão entre as mais conhecidas.

Scrum

Pelo método, descrito no livro “Scrum – A Arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo”, de Jeff Sutherland, o projeto é dividido em intervalos regulares de tempo chamados Sprints. A primeira etapa consiste em fazer uma reunião, conhecida como Sprint Planning, na qual, com apoio do time, o Product Owner (em tradução livre, dono de produto), cria uma lista de prioridades, chamada product backlog, com tarefas que são distribuídas à equipe. Todos os dias são feitas reuniões para checar como está o desenvolvimento. Ao fim de cada período, é feita mais uma reunião para validar o que foi feito e, se necessário, corrigir as falhas. Ao fim de cada Sprint é realizada uma entrega incremental para o produto, e as Sprints se repetem de forma continuada, englobando tanto a evolução do produto via incrementos de funcionalidade quanto por iniciativas de maior magnitude. .

Lean

O método Lean (do inglês enxuto, magro, simples) foi criado por Eric Ries, autor de “Lean StartUp” e consiste em fazer o produto ir o mais rápido possível para a mão do Cliente.

O método tem como objetivo eliminar a incerteza, trabalhar de forma mais inteligente em vez de mais e desenvolver o MVP (sigla em inglês para minimum viable product, que significa produto mínimo viável). A metodologia se baseia em cinco princípios: empreendedores estão em todo lugar, empreendedorismo é gerenciamento, aprendizado validado, contabilidade inovadora e o ciclo construir-medir-aprender.

Kanban

O Kanban foi criado na japonesa Toyota, nos anos 1960, para organizar as etapas de produção. O método consiste em dividir as tarefas, com a ajuda de post-it coloridos, originalmente em três colunas: a fazer, em progresso e feito. A medida que os processos vão evoluindo, as tarefas vão migrando de uma coluna a outra. O ponto central é que as colunas reflitam os processos necessários para finalização de uma entrega.

Entre as vantagens dasmetodologias ágeis está o baixo custo de implementação, já que dependemessencialmente das pessoas. O grande desafio, no entanto, é promover aalteração cultural na empresa para que essas ferramentas possam ser usadas deforma efetiva e adequada e em todas as esteiras de criação de valor para ocliente, assim, promover a agilidade no dia a dia da companhia.  

POST RELACIONADOS